Reading Time: 2 minutes

Os sistemas da multinacional Altran foram paralizados devido a um ataque informático com origem ainda desconhecida.

A empresa  de engenharia sofreu um ataque informático e os criminosos acederam aos dados dos colaboradores.

A Altran foi atacada por hackers a nível internacional e nacional, com os responsáveis a terem conseguido infiltrar-se no sistema de segurança na madrugada de quinta-feira, dia 24.

De acordo com um fonte próxima, o ataque foi conseguido através de um ransomware (ainda sem confirmação da Altran) um malware com a capacidade de cifrar todo o conteúdo de um computador, de um repositório de dados partilhados, ou até, de uma infraestrutura.

Os criminosos conseguiram acesso às informações financeiras da empresa, comprometendo também a privacidade dos dados dos colaboradores da empresa. Dados relativos aos ordenados dos colaboradores foram também acedidos.

A Altran informou esta segunda-feira que foi obrigada a desligar algumas das suas redes e aplicações, e que um programa de recuperação está em curso, escreve a Reuters.

Altran said on Monday it had shut down its IT network and applications and a recovery plan was under way.

According to an investigation it conducted together with third-party technical and forensic experts, no data was stolen and Altran’s clients were not affected by the incident, the company said.

Britain’s National Cyber Security Centre announced on Friday it was investigating a large-scale Domain Name System (DNS) hijacking campaign that hit government and commercial organizations worldwide.

 

A empresa encontra-se em mais de 20 países na Europa, América do Norte, América do Sul e Ásia.

Ao que parece, o ataque parece ter origem na Alemanhã — apesar de ainda não existirem comentários da empresa sobre o impacto deste ciberataque, sobre a ameaça (o tipo de ransomware) e o risco.

Os colaboradores da  empresa em Portugal, nomeadamente no Fundão, não exerceram as suas funções durante a passada quinta e sexta feira devido ao ataque.

Até ao momento da escrita, a Altran ainda não efetuou qualquer comunidado sobre o ataque nem sobre o acesso aos dados.