Reading Time: 2 minutes

A IBM anunciou que vai comprar a empresa Red Hat por US $ 34 bilhões com a intenção de melhorar  as suas ofertas de Cloud.

Esta é a maior fusão de tecnologia da história envolvendo uma empresa de software. A Red Hat foi fundada em 1993, atualmente opera em 35 países e emprega cerca de 12.000 pessoas. A empresa obteve um lucro líquido de US $ 259 milhões no ano fiscal de 2018, com um faturamento de US $ 2,9 bilhões (aumento de 21% em relação a 2017).

Ao mesmo tempo, a IBM registou queda de receita em quase um quarto desde 2012, quando Rometty assumiu o papel de CEO.

A IBM vai adquirir todas as ações da Red Hat por US $ 190,00. As ações foram negociadas na sexta-feira a um valor de US $116,68.

“The acquisition of Red Hat is a game-changer. It changes everything about the cloud market,” explained Ginni Rometty, IBM’s chairman, president and CEO.

“IBM will become the world’s number one hybrid cloud provider, offering companies the only open cloud solution that will unlock the full value of the cloud for their businesses.” 

 

A Cloud é hoje um negócio primário para a IBM, e a gigante tecnológica está definitivamente a mudar da negociação original de hardware de computador para um novo landscape de análise, mobilidade e segurança informática.

A aquisição da Red Hat dará à IBM um aumento imediato no crescimento da receita de Cloud e permitirá que a gigante tecnológica aumente sua oferta para a carteira de cliente que já usam a solução da Red Hat.

“We will scale what Red Hat has deeply into many more enterprises than they’re able to get to,” Rometty toldBloomberg in a phone interview.

 

A Red Hat continuará a operar com total autonomia e será liderada pelo atual presidente e CEO Jim Whitehurst, juntamente com a mesma equipe de gestão.

“Today is a banner day for open source,” said Paul Cormier, Red Hat’s vice president and president of products and technologies.

“The largest software transaction in history and it’s an open source company. Let that sink in for a minute. We just made history.”

A transação será concluída assim que receber a aprovação dos acionistas da Red Hat, bem como aprovações regulamentares. Está previsto que toda a operação será concluída em 2019.