Reading Time: 1 minute
945 violações de dados levam a um comprometimento de 4,5 bilhões de registos de dados no primeiro semestre de 2018.

A Gemalto divulgou as últimas descobertas do Breach Level Index, uma base de dados global de violações de dados públicos, revelando que 945 violações de dados levaram a 4,5 bilhões de dados comprometidos em todo o mundo no primeiro semestre de 2018.

gemalto-102018-1

 

Nos primeiros seis meses de 2018, um total de 4.553.172.708 registros foram comprometidos, um aumento de 133% em relação ao primeiro semestre de 2017, segundo um relatório da Gemalto.

O relatório mostra que existiram 945 incidentes de segurança registados no primeiro semestre de 2018, o que representa 18,7% menos que as 1.162 violações divulgadas no mesmo periodo de 2017.

559 das violações ocorreram na América do Norte e 308 na Austrália. O terceiro país com maior impacto foi o Reino Unido, com 22 incidentes.

Do total de 945 incidentes de violação, 256 foram em saúde, 134 serviços financeiros, 86 em educação, 68 em serviços profissionais e 61 em governo, com o restante espalhado por setores como retalho, tecnologia, indústria e hotelaria.

2018-data-breach

 

O número de registos expostos por invasores externos aumentou em 1.294%, para 3,6 bilhões de registos violados, enquanto que o número de ficheiros expostos por perdas acidentais caiu para 47%.

Houve 23 casos de hacktivismo, representando um aumento de 1.050% em relação ao ano anterior. Além disso, o número de registros comprometidos cresceu de 70.000 para mais de 13 milhões, mostrou o relatório.

O roubo de identidade foi o tipo de violação de dados mais prevalente, descobriu a Gemalto, responsável por aproximadamente 87,2% do total de registos violados.

Social media giants including Twitter and Facebook, witnessed the greatest number of compromised records, followed by government.

 

chrome2018-10-0515-37-47

 

Recentemente foi divulgado que também o Google está envolvido na polémica dos data breaches, desta vez com um vazamento de 500.000 registos do Google Plus.

 

Pedro Tavares is a professional in the field of information security, working as an Ethical Hacker, Malware Analyst, Cybersecurity Analyst and also a Security Evangelist. He is also a founding member and Pentester at CSIRT.UBI and founder of the security computer blog seguranca-informatica.pt.

In recent years he has invested in the field of information security, exploring and analyzing a wide range of topics, such as pentesting (Kali Linux), malware, hacking, cybersecurity, IoT and security in computer networks.  He is also Freelance Writer.

Read more here.